VISITE NOSSO SITE DJ AILDO

VISITE NOSSO SITE DJ AILDO
NOTÍCIAS COM CREDIBILIDADE

sábado, 27 de agosto de 2016

Governo lança linha de crédito para estimular usuários do Bolsa Família e Minha Casa, Minha Vida

O programa, que inicialmente custará R$ 500 milhões aos cofres públicos, dará empréstimos de R$ 10 mil para beneficiários das duas principais vitrines do assistencialismo federal.
O Bolsa Família atende atualmente 56 milhões de pessoas e metade deve se interessar pela nova medida, calcula o governo. No caso do Minha Casa, Minha Vida, terão direito à linha de crédito somente os beneficiários que mantêm os pagamentos em dia na chamada faixa 1 (renda familiar de até R$ 1,8 mil por mês). Nessa categoria, já foram entregues residências para mais de 4 milhões desde 2009, quando o programa foi criado.
O objetivo é que pessoas de baixa renda usem o dinheiro concedido via empréstimo para comprar os materiais necessários para abrir o próprio negócio. “É microcrédito para compra de equipamentos de trabalho”, diz o ministro do Desenvolvimento Social, Osmar Terra. “Não vai ser para comprar geladeira, mas sim equipamento de jardinagem, carrinho de pipoca, máquina de costura.”

Vem ai mais um grande Luau no Mirante Bar(Pipila) reservas de mesas.


Redes sociais são alvo principal de ações para remover conteúdo, diz estudo

As redes sociais são o maior alvo das ações na Justiça Eleitoral para remoção de conteúdo, segundo levantamento feito pela Fundação Getúlio Vargas. O estudo, que considerou 484 processos abertos nas eleições de 2014, em todo o país, indicou que 56,9% das demandas visavam postagens em espaços como Facebook, Twitter e Youtube. Segundo os dados preliminares divulgados hoje (26), os blogs vêm em seguida como alvo preferencial das ações (12%), depois as páginas da administração pública direta (11,4%) e os portais de notícias (9,7%).
Em caráter liminar, 66% das ações propostas foram deferidas, pelo menos parcialmente. Nas sentenças, o índice de deferimento se reduz ligeiramente e fica em 62%. Enquanto nos acórdãos, quando o caso é apreciado por um grupo de magistrados, o índice de aceitação dos pedidos de remoção de conteúdo é de 58%.

Aneel manterá bandeira verde na conta de luz em setembro

A Aneel decidiu ontem que manterá a bandeira verde nas contas de luz no mês de setembro, completando seis meses seguidos em que não haverá cobrança extra nas tarifas. A bandeira verde é acionada quando o Custo Marginal de Operação (CMO), indicador que demonstra o custo de geração da usina mais cara em operação em todo o País, fica abaixo dos R$ 211,28 por megawatt-hora (MWh) em todas as regiões.

A Coligação “Pra Fazer Ainda Mais” realizou um mega comício na noite desta sexta-feira (26) em Barcelona/RN

 Fotos Chaguinha.

A Coligação “Pra Fazer Ainda Mais” à frente os candidatos a prefeito de Barcelona, Dr. Binho (PMDB) e Eduardo Gomes (PTC) vice-prefeito e demais candidatos a vereadores logo nas primeiras horas da noite, os organizadores protagonizaram uma mega carreata pelas principais ruas da cidade de Barcelona, seguida do primeiro comício da coligação na cidade de Barcelona realizado no corredor da vitória em frente à rodoviária.

Dr. Binho (PMDB) tem o apoio integral do atual prefeito de Barcelona Carlos Zamith (PMDB), respeitado pela população e por sua experiência politica no município, com isso, e com os serviços prestados a população Barcelonense pelo Dr. Binho os eleitores estão mostrando o que diz o tema da campanha “Pra Fazer Ainda Mais” Dr. Binho (PMDB) prefeito e Eduardo Gomes (PTC) vice-prefeito de Barcelona/RN.

Venha você e sua família para Rede Seridó/Supermercado Sobrinho

Semana da Cultura encerrada e a praça Toma Pereira entregue a população Cerrocoraense


Fotos DJ Aildo.

O encerramento da semana da cultura em Cerro Corá aconteceu na noite desta sexta-feira (26, uma noite muito especial para o município, a prefeitura também entregou uma nova praça Tomaz Pereira a população, estruturada, arborizada, internet grátis (Wi-fi) e uma loja de artesanato para os artesãos venderem seus produtos.

Numa solenidade simples com a presença dos secretários de educação Raimunda Severiano o secretário de Obras Francisco Canindé, Ponteiro, a secretária de Assistência Social Mércia Silva o prefeito Raimundo Marcelino, Novinho falou do empreendimento que estava entregando a população Cerrocoraense de todo seu esforço para que tudo fosse feito para as pessoas desfrutarem, com zelo e preservando as estruturas que serão monitoradas por sistema de câmeras, para evitar o vandalismo, ele ainda lembrou outras obras que serão entregues a população até o final de seu mandato.

No encerramento da semana da cultura ainda tivemos muitas apresentações culturais:  Banda Marcial 11 de Dezembro, Centro Municipal de Ensino Rural Julita Constância de Assis com o   Pastoril Rosa Encantada; Grupo de Dança. Centro Educacional Rodrigues Neto que mostrou o Brasil de muitos Brasis, Escola Municipal Manoel Belmino dos Santos com o  Grupo de Flautas, Escola Municipal Belmira Viana com sua Bandinha Luar do Sertão.,Escola Municipal Sebastiana Alves Noga com A Ciranda da Poesia: Nossa gente, nossa terra, Escola Estadual Querubina Silveira com seu momento do Cordel, Banda Filarmônica Marciano Ribeiro de Tenente Laurentino Cruz/RN, Boi de Reis de Baile Mestre Geraldo Lourenço de Santa Cruz/RN, Quadrilha Luz de uma Fogueira de Cerro Corá/RN – (NUCA) e terminou com muito forró animação: Segredos da Sanfona.

Seleção do IBGE vem com 7.500 vagas para candidatos com nível médio; 157 são para o RN

O novo processo seletivo simplificado do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) foi lançado nesta terça-feira (7/6), no Diário Oficial da União. São 7.500 oportunidades temporárias para o cargo de agente de pesquisa e mapeamento, que vão atuar em 550 municípios de todos o país e no Distrito Federal para realização de pesquisas econômicas e demográficas. Podem concorrer candidatos com nível médio de formação escolar.

O estado com a maior oferta de vagas é São Paulo, com 850 vagas. O Distrito Federal, por sua vez, ficou com 144 chances.
Segundo o regulamento da seleção, 5% das vagas são reservadas a pessoas com deficiência e 20% a pessoas pretas ou pardas. O salário é de R$ 1.250.

As inscrições podem ser feitas pelo site da Fundação Cesgranrio, entre 21 de junho a 19 de julho. A taxa de inscrição custa R$ 30. Haverá provas objetivas no dia 4 de setembro, com 60 questões sobre português, geografia e raciocínio lógico. O resultado final deverá ser divulgado em 3 de outubro deste ano.

Coligação Todos Unidos por Cerro Corá cancelou sua programação para este sábado(27) em Cerro Corá/RN


sexta-feira, 26 de agosto de 2016

Quase 30% de alunos do 9º ano do ensino fundamental já fizeram sexo

Dos cerca de 2,6 milhões de estudantes que cursavam o 9º ano do ensino fundamental em 2015, 27,5% já haviam tido relação sexual (cerca de 723,5 mil). Em média, um aluno do 9º ano tem 14 anos de idade. Deste total, 39% (280,7 mil) não usaram preservativo na primeira vez e 33,8% (219,2 mil) não utilizaram na última relação sexual.
As informações fazem parte da Pesquisa Nacional de Saúde do Escolar - Pense 2015 - e foram divulgadas hoje (26) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).
Das meninas do 9º ano que haviam tido relação sexual, 9% disseram já ter engravidado. Essa realidade era mais comum entre estudantes de escolas públicas (9,4%) do que entre as da rede privada (3,5%). Pouco mais de 1% das meninas do 9º ano do ensino fundamental declararam já ter engravidado alguma vez (23 mil meninas), sendo o maior percentual registrado na região Norte, (2,1%) e o menor na região Sudeste (0,7%).
Cerca de 105,2 mil (4%) estudantes do 9º ano relataram já ter sido forçados a ter alguma relação sexual. O percentual para meninos foi de 3,7% e para as meninas de 4,3%. Destes, um a cada três estudantes disse que o ato foi cometido por algum membro da família (pai, mãe, padrasto, madrasta ou outros familiares). A região Norte (5,3%), Roraima (7,3%) e Mato Grosso (6,2%) apresentaram os maiores percentuais.
Quanto à promoção de ações de prevenção e assistência em saúde, promovida pelas escolas, informando quanto à saúde sexual, os resultados revelaram que 87,3% dos alunos do 9º ano do ensino fundamental receberam informações, na escola, sobre doenças sexualmente transmissíveis (DSTs) e Aids.
“Não basta informar e dizer use camisinha, use pílula. Esse adolescente deve ser atendido em programas que trabalhem a percepção corporal, de identidade sexual, de valor como pessoa, dos riscos de uma gravidez. Você só vai usar camisinha se você tiver respeito a si próprio e ao outro”, comentou ela.
Há 40 anos trabalhando com adolescentes, a pediatra Evelyn Eisenstein, do Departamento de Adolescência da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), afirmou que o principal gargalo - no que tange à saúde dessa faixa-etária - é falta de um programa nacional de saúde.
“O Brasil precisa de campanhas de prevenção e programas nas escolas. Os adolescentes têm direito não apenas à informação, como também a programas de protagonismo juvenil”, disse e pediatra.”
Segundo Evelyn, o percentual de meninas entre 15 e 19 anos que engravidam no Brasil é muito mais alto que o relatado nas escolas, entre 20% a 23%, chegando a 30% em alguns estados. Entre 10% a 15% dessas meninas que engravidam são vítimas de violência e abuso sexual, ressaltou ela.
Cigarro, álcool e drogas ilícitas
Mais da metade dos estudantes do nono ano (55,5% ou 1,5 milhão) já havia consumido uma dose de bebida alcoólica alguma vez, percentual superior ao observado em 2012 (50,3% ou 1,6 milhão). No conjunto de estados e municípios das capitais, com maior e menor percentual de escolares do 9º ano que já experimentaram uma dose de bebida alcoólica, estão Rio Grande do Sul (68,0%) e Amapá (43,8%), Porto Alegre (74,9%) e Macapá (43,5%).
A proporção dos estudantes do 9º ano que já experimentou drogas ilícitas também subiu em relação a 2012, ao passar de 7,3% (230,2 mil) para 9% (236,8 mil ). Ainda segundo a pesquisa, em relação ao consumo atual de álcool e drogas ilícitas, respectivamente, 23,8% (626,1 mil) e 4,2% (110,5 mil) dos estudantes do 9º ano tinham feito uso dessas substâncias nos últimos 30 dias antes da pesquisa.
No que se refere à experimentação do cigarro, ela tem um crescimento relativo de aproximadamente 53,0% entre as duas faixas de idade analisadas. No grupo etário de 13 a 15 anos, a experimentação é de 19,0%, chegando a pouco mais de 29,0% entre os escolares na faixa etária de 16 a 17 anos.
No grupo de idades de 16 a 17 anos, 10% dos escolares experimentaram cigarros antes dos 14 anos de idade, aproximadamente 8% consumiram cigarros pelo menos uma vez nos últimos 30 dias anteriores à pesquisa, 53% estiveram em presença de pessoas que faziam uso de cigarros e em torno de 24% possuíam pais fumantes.
Quanto ao consumo de outros produtos do tabaco, pouco mais de 8% dos escolares de 16 a 17 anos de idade declararam fazer uso.
Na faixa etária de 16 a 17 anos, 73% dos escolares já experimentaram uma dose de bebida alcoólica. Pouco mais de 21% tomaram a primeira dose de bebida alcoólica com menos de 14 anos de idade e cerca de 60% possuíam amigos que consomem bebidas alcoólicas.
O indicador de consumo atual de bebida alcoólica, considerando as duas faixas de idade analisadas, cresceu 56,5%, passando de pouco mais de 24,0% entre os escolares de 13 a 15 anos de idade para quase 38,0% no grupo etário de 16 a 17 anos.
Bebidas
Em torno de 37% dos escolares de 16 a 17 anos de idade já sofreram com episódios de embriaguez e aproximadamente 12% deles tiveram problemas com família ou amigos porque haviam bebido.
Evelyn ressaltou que o uso de substâncias psicoativas na fase de crescimento e desenvolvimento do cérebro prejudica o desenvolvimento do adolescente.
“A pior droga do Brasil é o álcool. Esse uso é um fenômeno cultural e de marketing. Para você ser homem tem que ficar bêbado, como se fosse um ritual de passagem. Fora os patrocínios de bebidas alcoólicas em festas para jovens”, comentou ela.
“O Brasil precisa realmente de programas de educação em saúde com metodologias apropriadas para o adolescente. Além de vigilância, pois qualquer botequim ou posto de gasolina vende cerveja para adolescentes”.

Leia este relato de um repórter policial e se envergonhe do nosso país

Texto de Alison Maia – Repórter Policial
Olá amigos, hoje um adolescente infrator me deixou sem ação e reação diante dele! Estava eu na delegacia fazendo mais uma cobertura de noticias policiais quando me deparei com um adolescente de 14 anos sentando esperando para ser autuado por porte ilegal de arma de fogo. Olhei para ele e pensei, mais um moleque que não fica preso, então nem vou perder meu tempo, mas enquanto aguardava uma outra ocorrência que estava a caminho da delegacia me aproximei dele e como as vezes faço comecei a dar conselhos para ele:
– “sai dessa vida rapaz, você vai morrer, a vida das drogas e do crime não compensa.”
Foi quando ele que até então estava calado olhou bem pra mim e disse:
– Seu repórter, esse papo do senhor eu já cansei de ouvir, estava armado porque vendo droga, e ganho muito fazendo isso, mas eu antes de ser vendedor eu trabalhava numa oficina e sabe o que fizeram? Denunciaram o dono da oficina porque eu estava trabalhando lá, ele me pagava legal, eu tinha minhas coisas, meu tênis, tinha tudo… Mas ele teve que me mandar embora para não ir preso, mas acho que ele esta até hoje respondendo na justiça por ter dado emprego a um menor . Depois eu fui trabalhar na feira da Avenida Antonio Sanches, trabalhei 07 meses e sabe o que aconteceu lá? A mesma coisa que na oficina, tive que sair.
Não sei quem é meu pai e minha mãe é uma coitada e eu tentei seu repórter trabalhar honestamente, e até trabalhava e estudava direito, mas não deixaram e achei no tráfico o sustento meu e da minha casa, então seu Arepórter, guarda seus conselhos para esses safados que vocês votam e que acham que menor não pode trabalhar, mas pode roubar, matar e traficar, entrei nessa vida porque sem trabalhar quero um tênis mas não posso, quero comer um sanduíche no Bobs mas também não posso, quero ir no cinema também não posso, então já que não posso trabalhar como gente, vou traficar, pelo menos assim tenho dinheiro .
Tive que ouvir isto de um garoto de 14 anos estragado pelo sistema. Logo chamaram ele e não podemos continuar conversando.
Fiquei mudo e sai calado, sei que ha vítimas do sistema, mas foi um garoto de 14 anos que me calou mostrando-me o quanto nós, com nossas escolhas politicas erradas , estamos acabando com a juventude. Por causa dessas quadrilhas que colocamos no poder lá em Brasília é que jovens estão matando, roubando e traficando… Ele disse: “Não posso trabalhar, mas posso roubar, traficar e matar!” Esse é o futuro que estamos construindo nesse país! Senhores eleitores, leiam isso e se envergonhem do Brasil que você esta deixando para essa juventude!

PROCURANDO UM BOM SERVIÇO ENCONTRE AQUI


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Translate

VISITAS FEITAS